Seduc e UEMA fortalecem parceria para formação de professores

0
78
O Secretário Felipe Camarão recebe o Reitor da Uema Gustavo Pereira da Costa e a Coordenadora Geral do Núcleo de Tecnologias para a Educação/Uema. Foto/Divulgação.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Universidade Estadual do Maranhão (Uema) assinaram, nesta segunda-feira (23), o Termo Aditivo ao amplo Convênio de Cooperação Técnica firmado entre as duas partes para formação de professores da rede estadual de ensino.

Com a assinatura do Aditivo, serão ofertadas 60 vagas nos cursos de Pós-Graduação Lato Sensu ofertados pela Uema na modalidade à distância, por meio da UemaNet. Os cursos são nas áreas de Gestão Escolar e Educacional (25 vagas), Gestão Pública (10) e Educação Inclusiva/Especial (25), que atendem a uma demanda antiga do sistema educacional. Nessa ação integrada entre a Seduc e a Uema, serão beneficiados professores da Educação Especial, gestores escolares e gestores de setores específicos da Secretaria.

“Esse convênio é muito importante e histórico para os nossos professores, principalmente da Educação Especial, onde havia uma demanda reprimida há muito tempo, nessa área de Pós-Graduação. É uma forma de valorização efetiva dos nossos educadores, que estarão cada vez mais qualificados para exercer suas tarefas com autonomia. Além disso, a Pós-Graduação incide sobre os vencimentos dos educadores”, destacou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

“A valorização dos educadores passa pela questão remuneratória, e grandes avanços têm acontecido nesse sentido. Mas, também, a valorização é entender que um profissional da educação precisa estar em permanente formação, com educação na perspectiva continuada. E é isso que nós estamos celebrando no dia de hoje, a valorização a partir da ampliação fronteira do conhecimento”, destacou o Gestor da Uema, Gustavo Pereira da Costa.

Os cursos terão duração de 18 meses. Apesar de serem à distância, alguns momentos como as avaliações, seminários e a defesa do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), serão todos presenciais. O curso de Inclusão/Educação Especial será realizado em parceria com Universidade Estadual Paulista (Unesp), que tem ampla experiência na área de Educação Inclusiva.

“Algumas disciplinas do curso de Educação Especial serão ministradas por professores da Universidade do Estado Estadual Paulista (Unesp), que é uma das universidades estaduais, no Brasil, com maior conhecimento em Educação Inclusiva e Tecnologias Assistivas. Já os cursos de Gestão Escolar e Gestão Pública serão ministrados por professores da casa (Uema) ”, destacou a professora Ika Serra, Coordenadora Geral da UemaNet.