Santa Inês – Vereadores participam do I Workshop do Comefc


Vereadores de Santa Inês participaram na sexta-feira (12) em São Luís, do Workshop promovido pelo Consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão. Prefeitos, vereadores, e outras lideranças politicas participaram do encontro que discutiu os problemas e apontou soluções para as localidades ao longo da estrada de ferro Carajás, num trecho de 680 quilômetros que cortam o estado.
O COMEFC é formado por 23 municípios que se uniram para fazer reivindicações a Companhia Vale, alegando reparos aos impactos negativos causados pela ferrovia.
A comissão de Santa Inês, formada pelos vereadores Franklin Seba, Creusa da Caixa, Solange Nerval, Madeira de Melo, Akson, Ademarzinho, Drº Uchôa e Professora Vera, fez a entrega da documentação constando dez (10) indicações para projetos que deverão beneficiar as comunidades de Santa Inês.
Os vereadores solicitaram a construção de um Hospital Materno Infantil com 50 leitos e 10 UTIs Néo-Natal, um viaduto no bairro Cutia Pelada, construção do Aterro Sanitário e de um Teatro, o fornecimento de brita e asfalto para calçamento de ruas, construção do Conselho Tutelar e anexo, sede da Associação Famílias de Santa Inês, Equipamento para Limpeza Pública, Transposição de Água Potável do Rio Pindaré para Santa Inês, assim como a construção de poços artesianos e reservatórios para abastecer a população da sede e zona rural do município.
Os vereadores adiantaram que a Companhia Vale, anteriormente firmou alguns convênios com os municípios, mas não tem cumprido o acordado e o consórcio tem como meta cobrar e divulgar a divida que existe da companhia com a população maranhense.
O presidente da Câmara de Vereadores  de Santa Inês, Franklin Seba relatou que na época em que iniciou o escoamento da produção de Carajás(1984), ele era o prefeito do município, e muitas promessas foram feitas para compensar as comunidades que estavam localizadas nas margem da estrada, e até hoje pouco foi feito.
Segundo a Presidente do COMEFC, a prefeita de Bom Jesus das Selvas Cristiane Damião, outras reuniões e audiências serão realizadas para discutir o problema, os participantes cogitaram até a interdição da ferrovia para chamar a atenção das autoridades e da Vale para as reivindicações do Consórcio.

Fonte – Assessora de Comunicação da Câmara de Santa Inês