Santa Inês – Prefeitura Solicita e Superintendência da CEF Fará Vistoria em Obras do Minha Casa Minha Vida


Está agendada para os próximos dias uma visita técnica de uma equipe da Superintendência da Caixa Econômica Federal do Maranhão ao residencial Minha Casa Minha Vida de Santa Inês – Sol Nascente.

O objetivo da vistoria será verificar a situação em que se encontram as obras de infraestrutura realizadas pelas construtoras responsáveis pela edificação das mil unidades do residencial em Santa Inês.

O assunto veio à tona depois que o prefeito de Santa Inês, José de Ribamar Costa Alves, a primeira-dama do município Luana Costa e o chefe de Gabinete Wady Haddad Neto estiveram em visita ao Residencial Sol Nascente e constataram a situação em que se encontram as obras, construídas com recursos do Governo Federal em parceria com a Prefeitura.



De acordo com o prefeito Ribamar Alves o residencial está com sua estrutura comprometida e a atual Administração Municipal pretende tomar providências legais para estudar como contornar essa situação. “Estivemos no residencial e comprovamos o estado em que se encontram as obras. Inacabadas, com infiltrações na estrutura das residências e vários outros problemas”, disse Ribamar Alves.

O gestor ressalta ainda que a Prefeitura de Santa Inês vai acompanhar a comissão de visitação da CEF para tentar resolver essa situação de forma imediata, haja vista as obras serem da ordem de 37 milhões e aos olhos da presidente Dilma Rousseff o residencial já está com uma qualidade de excelência e pronto para ser habitado. “Queremos acabar com o déficit habitacional de Santa Inês, mas com obras de qualidade, não da forma em que se encontra o Residencial Sol Nascente”, enfatizou Ribamar Alves.


De acordo com o chefe de Gabinete Neto Haddad, restam apenas 10 por cento tanto de obras a serem executadas quanto de recursos a serem aplicados no Minha Casa Minha Vida de Santa Inês e esse trabalho precisa ser feito de forma que deixe a obra finalizada e as unidades prontas para serem habitadas.

Segundo ele, a previsão da Prefeitura é de que depois desse levantamento que será feito, as mil unidades sejam entregues no mês de junho deste ano, quando será feito o sorteio dos endereços dos beneficiados com a moradia.

CEF explica

O superintendente em exercício da Caixa Econômica no Maranhão, Antonio Lairton Nunes Silva, através de matéria veiculada na Imprensa da capital São Luís, tomou conhecimento da situação do Minha Casa Minha Vida de Santa Inês e confirmou a visita de uma equipe técnica da CEF ao residencial.

Ele confirmou também que o empreendimento está estimado em 37 milhões, valor este destinado para a construção de mil unidades, obra a ser executada por cinco construtoras, cada um responsabilizando-se por 200 unidades.

Antonio Lairton disse também que as construtoras alegam que o comprometimento das obras de infraestrutura se deve a problemas de drenagem.
Fotos Jornal A CORDA
As informações são do Departamento de Comunicação da Prefeitura de Santa Inês