Santa Inês – Ex-candidato a prefeito mantinha relações de agiotagem com Fábio Brasil

0
45
Ainda vai dar muito o que falar o assassinato de Fábio dos Santos Brasil Filho, o ‘Fábio Brasil’, 33 anos, executado com três tiros de pistola PT 380, no final de março do ano passado. Ele morreu deixando inúmeras dívidas, que aos poucos vão sendo descobertas.
Segundo inquérito da Polícia Civil do Piauí, a que o Blog do Neto Ferreira teve acesso, Fábio Brasil, que devia vários agiotas no Maranhão, foi morto em frente a uma concessionária de veículos em Teresina.
No meio das investigações, foi descoberto que Brasil tinha o ex-candidato do PMDB a prefeito de Santa Inês, empresário Nono Ferreira, como seu credor.
De acordo com depoimento de Patrícia, um deputado estadual, irmão de desembargadora, filho de ex-prefeita e até mesmo um advogado que também é filho de desembargadora falecida faziam parte da lista de pessoas que seu esposo tinha pego dinheiro emprestado. É claro, á juros.
E nessa relação dos mais de 60 cobradores, Nono tem o nome citado por cobrar uma divida de R$ 120 mil de Brasil.
Na época da execução, Nono articulava apoios em prol de sua candidatura da qual teve 36,53% 15.758 votos, sendo derrotado por Ribamar Alves (PSB) que obteve 42,92% 18.515 votos.