Professores da rede municipal de Pindaré Mirim paralisam as atividades e realizam manifestação

0
58

Os professores da rede municipal de ensino de Pindaré Mirim decidiram paralisar as atividades nesta quinta (15) e sexta – feira (16). A paralisação foi decidida em assembleia e convocada pelo Sindicato dos Profissionais da Educação em Pindaré Mirim – SINPROEPIM. Dezenas de professores aderiram a manifestação.

O ato da classe iniciou na manhã desta quinta – feira no Pé de Axixá. De lá saíram em caminhada com faixas, cartazes e gritos de ordem até a frente da prefeitura. Antes eles também passaram pela sede da secretaria municipal de educação.

Os professores cobram do atual prefeito de Pindaré Mirim um diálogo com o sindicato e também reivindicam o pagamento do Piso Salarial Nacional do Magistério, reajuste anual, acesso e apresentação ao legislativo do plano de cargos, carreira e remuneração dos profissionais da educação, além de questionar o parcelamento do reajuste de 11,36% da categoria.

EM CONTRAPARTIDA

O coordenador administrativo da secretaria de municipal de educação de Pindaré Mirim, Jodson Campos informou ao Portal Pindaré que o sindicato que convocou a paralisação não tem carta sindical como já tem um na cidade que tem, e por isso o que convocou essa paralisação não está devidamente regular.

Apesar disso, o coordenador informou que “este ano o aumento ocorreu em julho, ficando pendente o reajuste de maio e junho para ser dado em diferença salarial agora a partir do mês de setembro, pois foi dividido em quatro meses essa diferença do reajuste salarial. O salário de Pindaré está em dias. Houve aumento em todos os anos para a classe. Nós temos um plano atual, só que ele precisa ser reformulado, mas Pindaré conta com um plano que está em discussão com outro sindicato e essa greve organizada por esse sindicato prejudica os alunos e nós estamos numa ilha de prefeituras inadimplentes na região com pagamentos atrasados chegando até dois meses e em Pindaré deu aumento em todos os anos da administração para a classe dos professores e o salário está em dia. A secretaria de educação não entende o motivo em si da paralisação prejudicando os alunos. Esse sindicato já organizou diversos manifestos esse ano prejudicando o andamento do calendário escolar”, esclareceu Jodson Campos, coordenador administrativo da secretaria de municipal de educação de Pindaré Mirim

 

Fonte: Portal Pindare