Prefeita Cláudia Silva assina termo aditivo e prorroga o PROEB em Monção

0
151

Por meio de convênios com prefeituras de municípios do estado do Maranhão, a UFMA oferece cursos do Programa Especial de Formação de Professores para Educação Básica – PROEB, destinados a professores da educação básica atuantes da rede de ensino público dos respectivos municípios. O programa visa formar professores para a educação básica com graduação plena na habilitação escolhida dentre as oferecidas com competência técnica e intelectual, consciência profissional e política, criatividade e responsabilidade.

 

A prefeita de Monção, Cláudia Silva esteve reunida em seu gabinete na tarde da última segunda-feira (8), com a equipe da UFMA e alunos do PROEB, onde na oportunidade a gestora assinou termo aditivo que prorroga o programa no município de Monção. Os cursos tiveram início em abril do ano de 2013 e no ano de 2016 houve uma paralisação das aulas por falta de pagamento, que segundo informações repassadas a nossa redação, o ex-prefeito deixou um enorme debito.

Foi pensando no crescimento educacional dos alunos monçonenses inseridos no programa que a prefeita Cláudia Silva resolveu parcelar a dívida deixada pelo ex-gestor (o debito foi parcelado em 21 vezes ). Em Monção são atendidos 150 alunos distribuídos nos cursos: filosofia, matemática, letras e educação física.

Ainda não foi marcada uma data para o reinicio das aulas, mas a previsão para a conclusão dos cursos será para abril de 2018. A vereadora desde o inicio deste ano (2016) vem se reunindo com representantes da UFMA e com a secretária municipal de educação para que o programa continuasse em Monção. Saiba um pouco mais sobre o PROEB:

O que é o PROEB?

 

O Programa Especial de Formação de Professores do Ensino Básico, o PROEB, é uma política pública que busca interiorizar os cursos de Licenciatura oferecidos pelas Instituições de Ensino Superior, capacitando profissionais voltados ao exercício do magistério. Um dos focos do PROEB é tentar refletir no melhoramento dos índices educacionais dos municípios que participam do programa, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o IDEB.

As parcerias são firmadas entre prefeituras e Assessoria de Interiorização da UFMA, núcleo institucional que está à frente do PROEB na UFMA. De um lado, as prefeituras são responsáveis por custear o programa, como aquisição de material didático, pagamento de professores e estrutura física. Do outro, a Universidade disponibiliza docentes ligados aos respectivos departamentos das licenciaturas para ministrarem as aulas aos finais de semana nos municípios que desenvolvem o PROEB.

Após a formalização das parcerias, é realizado o processo seletivo para o preenchimento das vagas dos cursos solicitados. Em seguida, os aprovados fazem as suas matrículas e são integrados no sistema e quadro de discentes da Universidade, o que lhes dão direito ao acesso às bibliotecas da Instituição e aos Programas Científicos.

Ao longo dos anos, os programas de interiorização, como o PROEB/UFMA, estão consolidados em vários municípios, contabilizando cerca de mil professores formados e quase cinco mil matriculados nas graduações ofertadas.