Monção – Filhas do prefeito e vice-presidente da Câmara recebem o Bolsa Família

1
57

No Maranhão, a farra de políticos – e parentes destes – que recebem normalmente o Bolsa Família está bem longe de acabar.

Depois de vereadores de Fortaleza dos Nogueiras e Coroatá, e vereadoras de Nina Rodrigues, Morros e Cajapió, o Atual7 apurou mais três nomes que se aproveitaram de uma falha no programa destinado exclusivamente a famílias pobres [renda de mais de até R$ 120 por pessoa] ou extremamente pobres [renda de até R$ 60 por pessoa], para encherem os já gordos bolsos.
O Programa Bolsa Família, instituído pela Lei nº 10.836, de 9 de janeiro de 2004, regulamentado pelo Decreto nº 5.209, de 17 de setembro de 2004, e alterado pelo Decreto nº 6.157 de 16 de julho de 2007, proíbe políticos eleitos de receberem o benefício social, bem como torna obrigatória a identificação e caracterização sócio-econômica das famílias de baixa renda para seleção de beneficiários e integração destes nos programas do Governo Federal.
Porém, seguindo o exemplo dos outros municípios maranhenses, em Monção, as duas filhas do prefeito João de Fátima Pereira, o ‘Queiroz’ (DEM), vem recebendo o benefício. Por acharem o dinheiro pouco, além do Bolsa Família, Cleomara Andrade Pereira e Cleonara Andrade Pereira são ainda funcionárias comissionadas do município administrado pelo pai.
Filha mais velha, Cleomara Pereira é conselheira tutelar de Monção, além de responder por um cargo comissionado na Secretaria de Assistência Social, que tem ainda a mãe como secretária. Não bastasse, o esposo, Napoleão Bonaparte Cutrim, professor concursado do município, exerce também um cargo comissionado no Instituto de Previdência de Monção, como um dos diretores da instituição.
Mais nova e de nome parecido com a da irmã, Cleonara Pereira é funcionária comissionada na Secretaria de Administração e Finanças, chefiada pelo irmão, Kelaías Andrade Pereira. Ela é esposa de Diego Borges Santos, também professor concursado do município, e responsável pela folha de pagamento do funcionalismo público de Monção, por obra do prefeito-sogro.
Outra beneficiária do Bolsa Família é a vereadora e vice-presidente da Câmara Municipal de Monção, Maria de Jesus do Nascimento Lima, a ‘Deusa da Rita’ (PSL).
Além do salário de aproximadamente R$ 5 mil por compor a Mesa Diretora da Casa, na declaração do Imposto de Renda entregue ao Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA) ano passado, Deusa da Rita informou ter patrimônio que ultrapassa de R$ 130.000,00.
Mas como ocorre com as filhas do prefeito ‘Queiroz’, não se enquadrar no perfil de beneficiários do Bolsa Família não foi problema para a vereadora receber um dinheiro a mais no final do mês.

Fonte – Blog do Luis Cardoso 

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.