Dois homicídios foram registrados na última sexta-feira, 12, em Igarapé do Meio

Arma usada para matar "Manezinho". Foto/PM

A população da cidade de Igarapé do Meio ficou espantada com os acontecimentos na noite da última sexta-feira (12), com Ezequias da Conceição do Nascimento de 24 anos e Manoel de Sousa Nascimento de 44 anos, ambos vítimas de homicídio. O primeiro caso que iremos narrar aqui ocorreu no Retorno da Palmeirinha, Centro do município, onde segundo informações de populares, Manoel de Sousa que era conhecido por todos como “Manezinho” estaria bebendo em um bar, quando houve uma pequena desavença entre ele e Gilmar Gomes de 32 anos.

Gilmar Gomes de 32 anos, é suspeito de ter matado “Manezinho”. Foto/PM.

Informações dão conta que “Manezinho” teve uma arma branca (facão) tomada, mas teria ido buscar outro (facão) e para sua infelicidade Gilmar deferiu-lhe várias facadas. Várias pessoas viram quando o suspeito deferia as facadas contra sua vítima que veio a óbito no caminho para o hospital.

O outro caso se trata de Ezequias da Conceição, morto também a facadas no Bairro Vila São Marcos, também em Igarapé do Meio. Informação dão conta que o suspeito de ter assassinado Ezequias seria um cidadão conhecido por “Wesley”, onde a polícia de Igarapé do Meio conseguiu localiza-lo em uma residência do Bairro Vila Carolina e com o auxílio da guarnição de Monção fizeram o cerco, mas sem êxito.

“Wesley” é o principal suspeito de matar Ezequias da Conceição do Nascimento de 24 anos. Foto/PM

Informações não confirmadas dizem que “Wesley” havia sido vítima de Ezequias e o mesmo havia jurado que faria justiça com as próprias mãos. A guarnição de Igarapé do Meio composta pelos policiais militares Soldado Maciel, Soldado Serejo e Soldado Santana, todos sob o comando do Sargento Ítalo apresentou Gilmar Gomes na delegacia regional em Santa Inês, onde o mesmo irá responder por seu crime e continua nas buscas pela captura de “Wesley”.

Igarapé do Meio é uma cidade com pouco mais que 15 mil habitantes e é uma cidade pacata com uma população pouco acostumada com esse tipo de tragédia. Mais informações sobre esse caso muito em breve, AGUARDEM.