Detran-MA realiza reunião de alinhamento do Maio Amarelo

A Coordenação de Educação para o Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) realizou na terça-feira (27), a 1° Reunião de Planejamento e Alinhamento das ações educativas para a Campanha “Maio Amarelo” de 2018, que este ano terá como tema “Nós Somos o Trânsito”. O encontro contou com a participação de membros do Projeto “Humanizar”. Pela primeira vez representantes do Projeto “Humanizar” participarão oficialmente da Campanha, dando assistência nas atividades realizadas pelo Departamento.

A Chefe da Divisão de Orientação para o Trânsito do Detran-MA, Juliana Salazar, destacou a importância desta participação. “Eles são fundamentais para o sucesso do “Maio Amarelo”. Por meio das vítimas de trânsito falando sobre suas experiências, a comunidade passa a tomar consciência da importância de se adotar boas condutas para prevenir acidentes”, afirmou ela.

Durante a reunião também foram discutidas estratégias e o cronograma das ações do Departamento, que serão realizadas durante a Campanha como Direção Certa, Lei Seca, Faixa de Pedestre, Condutor do Amanhã, Detran vai à escola, Tarde Cultural, Conhecendo o Detran e Detran Volante.

Para Juliana Salazar, Chefe da Divisão de Orientação para o Trânsito do Detran-MA, o planejamento das ações é essencial. “Durante a Campanha “Maio Amarelo” serão realizadas diversas atividades simultaneamente, por isso começamos a programação do nosso calendário com antecedência. Em 2017, nosso Estado foi destaque nacional nas atividades promovidas durante este período, garantindo bons resultados”, destacou ela.

Projeto Humanizar

O Projeto Humanizar é uma iniciativa do Detran-MA que consiste na parceria com pessoas com deficiência adquirida em acidentes de trânsito para acompanhar a equipe de Educação para o Trânsito nas atividades e campanhas educativas que envolvam contato direto com a comunidade, principalmente, com palestras em escolas e empresas.

“Esta será mais uma oportunidade para chamarmos a atenção das pessoas para a necessidade de ter um comportamento seguro e responsável no trânsito”, disse Wilame Damasceno, integrante do Humanizar.