Bom Jardim – Prefeita demonstra arrogância, prepotência e falta de preparo para exercer o cargo

0
27


É lamentável que fatos como este ainda ocorram em pleno seculo XXI, quando vivemos na era da pós modernidade, da liberdade de expressão e em um país onde o estado democrático de direito garante as liberdades individuais, e onde teoricamente os poderes são independentes.

A prefeita Lidiane Rocha (PRB), de apenas 22 anos de idade, foi eleita com  50,28% dos votos válidos para governar o município maranhense de Bom Jardim, localizado a 283 km de São Luís-MA

A confusão começou quando Sônia Brandão e mais três vereadores foram à prefeitura para acompanhar a abertura de envelopes de um processo licitatório. A comissão investigava suspeita de fraude.


A prefeita não gostou da presença dos parlamentares e ordenou aos mesmos que se retirassem do auditório. Os vereadores recusaram-se a deixar a casa e a prefeita teria partido para a agressão verbal.

Visivelmente descontrolada, Lidiane perdeu as estribeiras e atacou a vereadora Sônia, chamando-a de “negra prostituta”.O caso foi parar na delegacia.

Ouvir a fala agressiva e ofensiva da prefeita da pequena cidade de Bom Jardim, que de forma desrespeitosa, arrogante e prepotente ataca vereadores, representantes do povo, que tentam apenas cumprir o seu dever de fiscalizar os atos do poder executivo, nos faz refletir e fazer algumas considerações sobre o vergonhoso, vexatório, escabroso e lamentável fato.

Será que esta prefeita tem condições de administrar o município?

O povo sabe realmente escolher seus representantes?

Ouvi-la falar com tanta segurança nos faz pensar, o que lhe dá tanta segurança? 
será a certeza da impunidade? ela se acha a dona do município? 
acima do bem e do mal?

Como se posiciona o ministério publico e a justiça sobre ato tão grotesco?



As informações e imagens foram retiradas do Blog de Abimael Costa